Scroll Top

Profissão

Contação de Histórias em Hospitais – Humanização na Medicina

Há diversos projetos de Humanização em Medicina, alguns são muito famosos como o dos palhaços de Hospital, mas há também outros projetos incríveis como os dos Contadores de Histórias e Musicoterapeutas – que levam a magia das Histórias e da música aos Hospitais.

Há quem pense que a Contação de histórias só é direcionada às crianças (por exemplo antes de dormir, na escola), porém o ato de contar histórias vai além disso, afinal elas estão nos livros, nas conversas de amigos, quando contamos como foi nosso dia… As histórias são parte fundamental da vida do homem, quem nunca ficou horas ouvindo os avós contando como foi sua infância e as peripécias que faziam?  Objetos e Músicas também nos contam histórias, trazem-nos lembranças.

As Histórias sempre transmitem alguma mensagem, compartilham conosco acontecimentos simples, lições de vida, fatos engraçados, coisas fantásticas… São um universo de imaginação, brincadeira, poesia, reflexão… São expressões dos sentimentos e pensamentos humanos, ou seja, são uma forma de Arte. Muitos se dispõe a levar esses tesouros a diferentes locais, e hoje vou falar um pouco de pessoas que fazem a Contação de Histórias no ambiente hospitalar, levando não apenas entretenimento, mas também alívio.

 

 

contacao-de-historias

Por que Contar Histórias em Hospitais?

“As histórias são como bálsamos medicinais…Elas têm uma força! Não exigem que se faça nada, que se seja nada, basta que prestemos atenção. A cura para qualquer dano ou para resgatar algum impulso psíquico perdido está nas histórias. Elas suscitam interesses, tristezas, perguntas, anseios e compreensões que fazem aflorar os arquétipos… Nas histórias estão incrustadas instruções que nos orientam a respeito das complexidades da vida…” Clarissa Pinkola Estés

A ideia básica que motiva os contadores de histórias de hospitais é a possibilidade de proporcionar, através das histórias, momentos de alívio aos que estão internados, aos acompanhantes e aos profissionais de saúde também. Durante os minutos em que a história está sendo contada, as pessoas são transportadas para um mundo diferente, podem esquecer da dor e do sofrimento que estão passando e curtir a beleza da mensagem trazida num conto, numa fábula, numa poesia ou música.

A arte desse encontro resignifica o ambiente hospitalar, uma professora minha citou um exemplo certa vez: ^"Estava num quarto de hospital, contando histórias para uma criança internada que tomava soro,  tirei um molde de passarinho da mochila e brinquei que ele estava bebendo o soro, a criança achou graça e sorriu." Esse é um fato simples, mas cheio de beleza e delicadeza, com certeza aquela criança não olhou mais para o soro da mesma maneira, ela teria ao menos uma bela lembrança da história e do passarinho que por lá passou.

Trago mais frases da Clarissa Pinkola Estés, uma estudiosa e contadora de Histórias, para elucidar a importancia e riqueza da Contação de Histórias:

" Histórias podem ensinar,corrigir erros, iluminar o coração, oferecer um abrigo psicológico, promover mudanças e curar feridas."

" Contar histórias é trazer à baila, trazer à tona. Não é uma atividade inútil. Embora haja o intercâmbio de histórias, quando duas pessoas trocam histórias como presentes mútuos, na maior parte dos casos elas chegaram a se conhecer bem. Desenvolveram um relacionamento de parentesco se ele já não existia. E é assim mesmo que deve ser."

 

 

contacao-historias

 

Projetos de Contação de Histórias em Hospitais

Mad Alegria – projeto que nasceu de alunos e professores da Faculdade de Medicina da Usp, suas atividades de contação em Hospital são feitas após um treinamento com profissionais incríveis de contadores e musicoterapeutas. Tenho a felicidade de participar da segunda turma de contadores de Histórias do Mad (de 2014), estou na fase de aprendizado pratico e a experiência está sendo maravilhosa. O trabalho realizado pelo Mad Alegria é voluntário. Atendemos no Hospital das Clínicas nas enfermarias de Dermatologia, Obstetrícia e Moléstias Infecciosas e no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo.

Para conhecerem mais sobre o projeto, como se inscrever acesse: www.madalegria.org.br

Projeto C.U.R.A Caminhos Unidos Recriando Arte – apresenta a arte como agente facilitador no processo de humanização em espaços de saúde a partir do trabalho com as linguagens artísticas: música e literatura, realizando narrações de histórias e músicas em hospitais, clínicas, casas de repouso e etc… para pacientes, acompanhantes e equipe de saúde, atendendo adultos, jovens e crianças.

Veja o vídeo do trabalho deles:

 

Esse é mais um exemplo da Humanização em Medicina, pessoas que valorizam o encontro com outras, que se olham nos olhos e levam mensagens de amor, superação, vida, alegria e esperança!! 

Assuntos do Artigo
  • como tá sendo aculturação contação dos votos em Sinimbu

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (3 Votos, Média: 3,67 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Contação de Histórias em Hospitais – Humanização na Medicina!

Sobre o autor | Website

Sou estudante do 4º ano de Medicina na Faculdade de Medicina da USP, blogueira desde 2012 quando fazia Cursinho pré-vestibular. Há poucos meses comecei o Vlog Mediários no You tube.

2 Comentários

  1. Gregory House disse:

    Olá,
    Bianca, sei que você ainda não é médica, mas mesmo assim gostaria de desejar-lhe um Feliz Dia do Médico( 2 dias atrasado)! Sou estudante de ensino médio em um colégio no interior do RJ, que, apesar de particular, é de baixíssimo nível. Como posso passar na FMUSP?Obrigado pela atenção!
    Parabéns pelo ótimo site, abraços!

    • Bianca disse:

      Olá,
      obrigada =)

      Bom, minha dica básica é procurar um cursinho pré-vestibular e se esforçar para aprender os conteudos que está em defasagem. Uma outra coisa importante é baixar as provas anteriores da Fuvest e fazer como simulado, isso te faz ganhar experiência e ver os padrões de perguntas da prova da USP. Não tem uma fórmula, você vai ter que correr atras de muita informação, mas acho super possivel passar nesse vestibular sem ser de SP e mesmo vindo de uma escola não tão boa, basta você se preparar um pouco e se esforçar.
      Abraços, sempre que quiser post seus comentários aqui!!!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: