Scroll Top

Profissão

Curso de Medicina de 8 anos e Trabalho Compulsório – Mais Médicos?

Foi uma surpresa quando abri o computador e comecei a ler as últimas notícias… A Presidenta Dilma anuncia radiante sua solução para o caos do Sistema Único de Saúde, e esta inclui o aumento da grade horária dos cursos de Medicina no país – de 6 anos para 8 anos!! Pois foi adicionado 2 anos de Trabalho Compulsório no SUS no final da graduação tradicional… Além da importação de médicos, agora não restritamente cubanos, mas portugueses e espanhóis sem a necessidade do exame de revalidação do Diploma (o Revalida)… O único ponto positivo que vi, mas ainda com ressalvas, foi a proposta de criação de mais vagas nos cursos de Medicina do país….

Realmente fiquei chocada, não basta se matar anos no cursinho para passar numa faculdade de Medicina e estudar por 6 anos (sendo ajudados pelos pais ou por bolsas das universidades que nos garantem apenas dinheiro para comida e transporte), ainda temos de nos submeter a mais dois anos de trabalho obrigatório, em condições e infraestrutura precárias, sem autonomia para poder complementar a carga de trabalho (e o salário) com plantões e serviços em outras instituições???

Os médicos não estão na medicina por filantropia, são seres humanos e precisam de remuneração e condições dignas de trabalho, essa medida do Programa Mais Médicos, do atual governo Dilma e ministro Padilha, é ridícula… Nenhuma entidade de Classe, como o Conselho Regional de Medicina, foi consultada, porque se fosse nenhuma aprovaria tal programa!!!

Pessoas que não entendem os dilemas dos profissionais de saúde decidiram que esse Programa Mais Médicos é a solução, mas quem vivencia todo dia as filas, a falta de materiais básicos de atendimento (pasmem: álcool em gel, potes para exames, curativos – e isso eu vi numa UBS do Projeto Região Oeste de São Paulo, pois faço estágio lá), super lotação de hospitais e outros problemas gritantes não foi consultado, nem ao menos respeitado em seus direitos democráticos…

Nossos governantes nunca precisaram do SUS, se algo de ruim os acomete, eles são tratados nos melhores hospitais do Brasil (ok, eles tem dinheiro e vivemos num país capitalista de livre concorrência, mas aposto que esse dinheiro sai do bolso de vocês cidadãos que não conseguem ter acesso Digno à saúde! E até onde a Saúde não deveria ser comercializada!!!)

Foto de Protesto contra a Importação de Médicos sem Revalida e Caos no SUS

Foto de Protesto contra a Importação de Médicos sem Revalida e Caos no SUS

O SUS precisa de uma reforma urgente, mas esta não deve ser centrada apenas na figura mística dos Médicos (que ao entender do governo, com seu jaleco branco, poder fazer milagres nos postinhos e hospitais pelo Brasil)!!! O SUS precisa de Investimento alto, precisa de Infraestrutura e melhor Organização, não basta prometer salários de 10 a 30 mil para uns poucos corajosos, isso definitivamente não resolve o problema… como foi dito em uma reportagem que eu li, essas medidas são Paliativas…

Não é tão difícil assim, o governo precisa parar de complicar, de extraviar milhões dos nossos impostos para Obras de Estádios, de Rodovias nunca finalizadas, de Trens Bala inúteis… e melhorar o acesso à saúde, criar mais unidades básicas de atendimento (UBS ou conhecido Postinho), valorizar o profissional especializado em Saúde da Família (que faz o atendimento em Pediatria, Geriatria, Ginecologia e em Clinica Geral primários), precisa melhorar o ensino médico, ampliar as vagas de Medicina nas regiões carentes e levar infraestrutura para tais regiões (afim de fixar o profissional e dar condições necessárias para exercer a medicina do século XXI)…

Nesses dias de polêmica sobre importação de médicos, eu me lembrei de tantos colegas do cursinho (e mesmo de mim naquela fase terrível de vestibular)… Muitos brasileiro querem participar da Saúde, porque então essa decisão equivocada??? Sei que com a vinda de médicos já formados atende-se mais prontamente a demanda da Saúde, mas o que me preocupa é que vão fazer isso, dizer que tem mais médicos para a população carente e ok, solucionamos todos os problemas, o que está longe de ser verdade…

Como já disse, e repito, o médico sozinho não faz Nada, ele precisa de uma rede de apoio, de uma equipe multiprofissional com enfermeiras, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, dentistas, bons administradores (sim!! porque a falta de organização do nosso atendimento é triste…).. E além disso, a Infraestrutura e a verba!!!

Essa Foto não é Exagero, basta ir para as Periferias ...

Essa Foto não é Exagero, basta ir para as Periferias …

Enfim, precisamos lutar contra essa decisão equivocada do nosso governo, afinal ele foi eleito para nos Representar e numa Democracia… e se isso não for nossa vontade, nossa decisão para o País, cabe a nós cidadãos, estudantes e profissionais de saúde protestar e mostrar outros caminhos para melhorar nosso Brasil!!! É inconstitucional obrigar estudantes a trabalhar sem autonomia de profissionais formados, em locais decididos sabe-se lá como e em condições nada favoráveis… É absurdo e Inconcebível ficar parado diante desse Programa!!! Mais Médicos ou Mais Recursos ?!?

## O que você achou da Postagem??? Deixe seus comentários e Sugestões aqui no Blog, vamos debater esse assunto urgente…

Assuntos do Artigo
  • curso de medicina obrigatorio 8 anos

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (4 Votos, Média: 5,00 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Curso de Medicina de 8 anos e Trabalho Compulsório – Mais Médicos?!

Sobre o autor | Website

Sou estudante do 4º ano de Medicina na Faculdade de Medicina da USP, blogueira desde 2012 quando fazia Cursinho pré-vestibular. Há poucos meses comecei o Vlog Mediários no You tube.

3 Comentários

  1. Loren disse:

    Concordo plenamente com você! De que vai adiantar dois anos obrigatórios no SUS se falta equipamentos? Um absurdo isso, médicos estrangeiros vem pra cá sem fazer o revalida e os que estão aqui tem que ficar 2 anos no SUS.

  2. Bianca disse:

    Trabalhar no SUS nem é o principal mal, afinal os médicos precisam atuar nos setores de carência… O problema é obrigá-los a fazer, aumentando os anos de formação… Eu acho inacreditável que esses governantes achem que a gente tem a vida para servi-los… 2 a 3 anos para passar no cursinho, 6 anos de faculdade, 2 anos de trabalho obrigatório sim!! (explorando mão de obra barata), e dai então o médico pode prestar Residência e se especializar em mais pelo menos 3 anos… O saldo disso são no mínimo uns 15 anos de estudo!!!!! Para quê???
    para não ser valorizado, e quando se diz que os médicos não aceitam essa medida vem um monte de gente dizer que os médicos são gananciosos, não querem ajudar a população, querem só trabalhar no convênio… pqp eu duvido que essas pessoas saibam 0,001 do que é ser Médico, de como sofremos para alcançar esse ideal, e de como é dificil trabalhar sem recursos…. uma mesa, cadeira, estetoscopio e caneta não bastam!!!

    Vi uns comentarios no G1 de pessoas revoltadas, generalizando os estudantes como filhinhos de papai!!!! Pelo amor de Deus, isso pode até ser nas particulares, mas isso não desmerece a classe… afinal se o curso é elitizado a maior parcela de culpa é NOVAMENTE DO GOVERNO!!!! que não dá escola boa para todos….

  3. Ronaldo Soares disse:

    Seu post reflete a opinião da maior dos vestibulandos de medicina, e espero que da classe medica. O problema de nosso sistema de saude não é a falta de medicos mas sim a falta de um sistema de saude. Do que adianta termos 10 medicos por 1000 habitantes, se o medico nao consegue fazer uma simples coleta de exame por falta de equipamentos. Somos ou seremos medicos e nao jesus cristo.
    10 mil é um salario “muito alto” não? pra quem estuda como um louco em média 13 anos( contando com a residencia) e trabalha 60 hrs. por semana, não podendo errar pois, um erro tira a vida de uma pessoa.
    Mais um vez o governo tira “o seu” da reta, jogando os problemas para os medicos. Do jeito que vai a presidente anunciará o fim da fome no país com a contrataçao de 6.000 mil chefes de cozinha franceses.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: