Scroll Top

Diário de um Estudante de Medicina

Minhas aulas de Técnica Cirúrgica na Faculdade Medicina da USP

Olá pessoal, hoje vou contar para vocês sobre Técnica Cirúrgica, como que os alunos de graduação tem esse contato prático inicial com a cirurgia na Medicina USP. Escolhi esse tem, pois muitos vestibulandos são apaixonados pelo universo da Cirurgia e querem saber mais sobre como os estudantes aprendem tal área durante o curso. Espero que gostem das informações, vou compartilhar como foram minhas experiências pessoais também, e se tiverem dúvidas, mandem aqui 🙂

cirurgia1

#Como é o Contato prático com Cirurgia no Curso

Durante os dois primeiros anos temos matérias de Anatomia, nelas há aulas especiais de aplicação dos conteúdos. No geral, são convidados médicos cl[inicos e cirurgiões para darem aulas de integração dos conteúdos básicos (anatomia, por exemplo) com assuntos propriamente de suas áreas de atuação. Eles trazem casos clínicos, vídeos e determinadas atividades que mostram como os conhecimentos de anatomia tem importância na prática médica. Por exemplo, na aula de sistema músculo esquelético, vimos casos clínicos de Ortopedia e as indicações e tipos de cirurgias para os problemas discutidos.

Depois disso, no terceiro ano, temos uma matéria de Técnica Cirúrgica na qual somos apresentados oficialmente ao tema. Tivemos aulas sobre princípios da cirurgia, sobre tipos de pontos e incisões, principais emergências cirúrgicas etc. Nesse momento, fazemos um treinamento prático após cada aula teórica, sendo que os alunos podem optar por usar materiais biológicos ou sintéticos de acordo com seus ideais. Começamos treinando os tipos de sutura (ponto simples, chuleio, barra grega e outros) em órgãos isolados de porco, por exemplo, língua. Vamos evoluindo nas técnicas aprendidas partindo para os órgãos específicos, por exemplo, aprendemos a fazer Enteroanastomose (ligação entre duas partes do intestino, uma técnica muito usada quando há tumores que são retirados etc), e por fim chegamos à práticas cirúrgicas em animal vivo.

No quarto ano temos um bloco de Clínica Cirúrgica no qual rodamos em aulas teóricas e práticas, nelas nós temos contato novamente com os princípios das cirurgias e fazemos muitos treinamentos práticos de procedimentos como punção torácica de derrame, passagem de sonda nasogastrica, sutura em materiais sintéticos, como fazer cricotireoidostomia e traqueostomia etc. A maioria dos treinamentos é feita em bonecos par simulação em um laboratório de habilidades, e mais para o fim dessa disciplina temos uma atividade com o animal vivo. Esse momento é ótimo para treinarmos procedimentos e abordagens mais ativas para quando entrarmos no Internato (estágios práticos do 5º e 6º anos do curso), fica muito mais fácil e melhor quanto já temos certa noção do que vamos ter que fazer do que treinar pela primeira vez em algum paciente.

Foto de Bonecos Usados em Aula

Foto de Bonecos Usados em Aula

Só reforçando que o estudo e treinamento em animais é opcional aos alunos, se estes sentirem que é o melhor para si, não são obrigados a participarem dessa atividade. Todos os animais são muito respeitados, anestesiados e monitorizados durante as práticas, podemos pensar que é cruel com eles, mas todo bom cirurgião deve ter o domínio de certas técnicas antes de expor a vida de seus pacientes em cirurgias e abordagens emergenciais.  

Mais para frente no curso, durante o Internato, há novos momentos para treinamento de abordagens e técnicas cirúrgicas, como ainda não passei poderei falar melhor nos próximos anos. Mas meu soube que os alunos fazem revisões de conteúdos vistos anteriormente e se aprofundam em manobras utilizadas em situações de Pronto socorro e Clínica Geral, como Drenagem de tórax, sondagem vesical etc.

#Optativas e Atividades extracurriculares

E além desses momentos de aprendizado já incluídos na grade oficial da graduação, os alunos podem buscar mais formas de ter contato e aprender mais sobre a Cirurgia. Alguns exemplos disso, dos quais eu participei, são:

  • Matéria Optativa de Aprimoramento em Técnica Cirúrgica: ela é oferecida a  alunos do terceiro e quarto ano, são alguns encontros nos quais revisamos os princípios e habilidades básicas que um cirurgião precisa ter. Além disso, fomos apresentados a novas técnicas de acesso cirurgico além das incisões que deixam a cavidade aberta, no caso fizemos treinamento em Videolaparoscopia que é um tipo minimamente invasivo de acesso a cavidades. Algumas das práticas foram em órgãos isolados, outras em bonecos com o vídeolaparoscópio (pareceu vídeo game) e uma em animal vivo, quando já tínhamos mais domínio dos temas.
  • Ligas Acadêmicas: Há diversas ligas cirúrgicas na faculdade, para quem não sabe, liga é um grupo de estudo e atividades práticas ligado a alguns médicos e professores que se propõe a estudar e praticar uma área da medicina. Para entrar em uma Liga, você faz um curso introdutório (de uns 3 dias mais ou menos) e presta uma prova de acesso. Eu participei da Liga da Tireóide na qual tive muito contato com a Cirurgia de Cabeça e Pescoço, tínhamos aulas teóricas sobre os temas principais, acompanhávamos ambulatórios pré e pós cirúrgico e também podíamos assistit cirurgias ou mesmo ajudar a instrumentar (passar os materiais pedidos pelo cirurgião, segurar afastadores etc). Além dessa Liga, há outras que promovem o aprendizado prático do aluno, como a Liga de Anatomia na qual os alunos treinam dissecções e técnicas cirúrgicas propriamente ditas.

Foto do Site da Bandeira Científica FMUSP

Foto do Site da Bandeira Científica FMUSP

  • Bandeira Científica – Expedição Cirúrgica: é um projeto acadêmico que leva estudantes, médicos formados e outros profissionais da área da saúde para locais periféricos do Brasil. Nessa expedição são tratados e abordados pacientes que não tem acesso a um sistema de saúde eficiente e que tenham necessidade de intervenção cirúrgica. São feitas cirurgias ginecológicas, abdominais (hérnias, tumores etc), entre outras, e os alunos – previamente muito bem treinados – auxiliam em todos os procedimentos.

Enfim, gostaria de terminar essa postagem dizendo que se você tem interesse na área e em tudo o que contei aqui, a faculdade oferece muitas oportunidades incríveis e você conseguirá aprender bastante!!!

O que acharam das informações do post de hoje? Deixems seus comentários ou sugestões para o Blog!! Abraços e até a próxima!!

Assuntos do Artigo
  • rotina de um estudante de medicina
  • video de premeira sema de estudante de medicina

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (1 Votos, Média: 5,00 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Minhas aulas de Técnica Cirúrgica na Faculdade Medicina da USP!

Sobre o autor | Website

Sou estudante do 4º ano de Medicina na Faculdade de Medicina da USP, blogueira desde 2012 quando fazia Cursinho pré-vestibular. Há poucos meses comecei o Vlog Mediários no You tube.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: