Diário de um Estudante de Medicina

Resumo do Estágio de Clínica Médica – Internato da Medicina USP

Após meses de sumiço haha venho aqui atualizar o Blog e contar para vocês como foi o meu Estágio em Clínica Geral, ou como chamamos Clínica Médica. Agora que estou no 5º ano do curso de Medicina, minhas atividades em hospital e práticas são a regra. E é muito legal poder ter essa vivência e poder compartilhar aqui no Blog. Espero que gostem do meu Relato e de saber como foram minhas Aulas e demais atividades na Clínica.

Resumo do Meu Estágio na Clínica

 

Como é Dividido o Estágio 

Nossa panela de 15 alunos se dividiu em 4 grupos pequenos para rodar nas enfermarias e outras atividades. Eu fiquei num grupo de 3 pessoas, o trio mais amado da faculdade: eu, o Fabio (meu namorado) e a Ana (minha melhor amiga nessa faculdade). Cada grupinho tinha sua ala da enfermaria para cuidar, com cerca de 11 a 12 pacientes. Todas as manhãs nós tinhamos atividade lá, íamos evoluir os pacientes internados: o que é isso?? É ver como eles passaram de um dia para o outro, examinar, depois checar exames e fazer as prescrições/medicamentos do dia.

Tínhamos a supervisão de residentes da clínica, que nos orientavam e ensinavam todo o processo! E algumas vezes na semana tínhamos as Visitas: os medicos chefes apareciam para discutirmos os casos internados, então tinhamos que contar tudo certinho e depois todo mundo discutia as possibilidades diagnósticas, o que fazer etc.

Já nos períodos da tarde, cada pessoa tinha uma escala de atividades que íamos rodiziando: Enfermaria (numa espécie de plantão diurno), Ambulatório Geral (atendimentos em consultório para cessação de tabagismo, controle de diabetes e hipertensão etc), Ambulatório de Geriatria, Discussões de Casos clínicos como o preceptor, e aulas. 

Ficamos 4 semanas nessa rotina de estágio, era realmente corrido porque para cuidar da enfermaria tínhamos que chegar bem cedo todos os dias. Sempre ficavamos com uns 4 pacientes, dai para falar com todos, checar exames e passar tudo para o sistema demorava – ainda mais com poucos computadores livres… O resultado foi que fiquei mais do que super acabada hahah 

Meus Plantões e Evoluções de Final de semana

Nesse estágio de Clínica, tivemos alguns plantões noturnos na Enfermaria. Nossa função até umas 23h 24h era fazer admissão de pacientes novos que estavam internando, seja vindos do PS, da UTI ou dos Ambulatorios mesmo. Depois ficavamos mais concentrados em responder emergências ou chamados dos pacientes, alguns passavam mal durante a noite (falta de ar, dor no peito, dor pelo corpo, diarreia) e a gente ia lá examinar e mexer na medicação. 

No final de semana, tínhamos que ir pela manhã para evoluir os pacientes, mas não precisava ir todo mundo, ia apenas um interno de cada grupo e um residente. Porém, eram mais pacientes por pessoa para serem avaliados. 

Minha Rotina no 5º ano de Medicina

 

Ambulatórios da Clínica

Eu comentei em quais ambulatórios passei mais anteriormente, mas repetindo, passei no Amb Geral e Didático (AGD) e no Amb da Geriatria. O esquema dos dois era parecido, cada dia a gente atendia sozinho, conversava com o paciente, examinava, via exames e só depois saíamos da sala para ir discutir com algum médico. Passavamos o caso, o medico discutidor ia fazendo perguntas, ensinando alguns topicos relevantes a partir do caso e então pensava junto com você qual a conduta – pedir algum exame? qual remédio passar ? Etc

Relação Médico Paciente e Vivências Pessoais

Apesar de muito pesado em carga horária, eu aproveitei muito as vivências que tive na Clínica. Pude conviver com muitos pacientes por longo período, criei um vínculo legal e me senti responsável por eles. A gente passa todo dia, cumprimenta, tira dúvidas de familiares, tira dúvidas do paciente, passa para informar de um procedimento ou exame que é necessário e explica para todos – o paciente muitas vezes não quer fazer, dai toda a comunicação é essencial. 

Acho que os aprendizados mais valiosos vieram mesmo dessa parte de relação interpessoal, de me sentir mais médica e mais ativa no cuidado dos pacientes. Tive alguns momentos muito lindos, que na alta de um paciente a familia veio me agradecer o cuidado, dar um abraço… foi emocionante! Mas também tive experiencias de dificuldade na relação médico paciente, de dificuldade de compreensão e diálogo com os eles.. e tudo serve de aprendizado, seja para fortalecer uma atitude positiva, seja para mostrar onde preciso melhorar para no futuro (bem breve) poder praticar a medicina.

Vídeo com Relato e mais Experiências na Medicina 

Para quem ainda não assistiu, vou deixar linkado o vídeo de "Diário de Internato" do Vlog Mediários, onde conto com o Fabio como foi tudo!

Espero que tenham gostado do texto sobre minha Rotina!! Bons estudos e até a proxima postagem =) 

Assuntos do Artigo
  • Diário de Medicina USP
  • estudante de medicina yunia
  • rotina de um estudande de medicina na faculdade
  • Rotina na facul

Comente Via FaceBook

Comentários




| Website

Sou estudante do 4º ano de Medicina na Faculdade de Medicina da USP, blogueira desde 2012 quando fazia Cursinho pré-vestibular. Há poucos meses comecei o Vlog Mediários no You tube.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.