Scroll Top

Estudante de Medicina

Sobre

Olá queridos internautas,
meu nome é Bianca Gabriela, sou uma pessoa apaixonada pela Medicina e tudo o que diz respeito à área da saúde… Amo literatura, música, cinema, minha família, a natureza, fazer viagens, estudar coisas novas… Vou contar um pouco da minha história e porque criei esse blog (espero que tenham paciência de ler rsrs) =)

medicina-usp

Em 2013 iniciei o curso de Medicina na USP (Universidade de São Paulo), trilhei um caminho difícil até conquistar esse sonho, mas sei que há ainda uma longa jornada até ele se completar (após a formatura e residência)!!
Vivenciei a dificuldade do Cursinho como muitos vestibulandos, fiz dois anos de Cursinho Objetivo e nesse período aprendi muito, não apenas disciplinas do vestibular, mas aprendi mais sobre mim – a cada dia tinha uma nova lição de superação, força de vontade, dedicação, fiz novas amizades (pessoas que me apoiaram e ajudaram muito nesses anos!!).

Como vim de estudei em escola pública com ensino médio integrado ao técnico (de Administração), tive grande defasagem no preparo para os exames vestibulares. Eu cresci muito nesse curso, aprendi sobre economia, capitalismo, as leis de Mercado, tive noções de direito, sociologia e psicologia (nas aulas de RH)… Mas eu nunca me encaixei nesse tipo de profissional, trabalhando em bancos ou escritórios, sempre pensei na área da saúde – me via trabalhando num hospital, estudando o corpo humano (essa máquina maravilhosa que Deus criou), trazendo alívio e cuidado às pessoas, enfim…

Escolhi a Medicina (acho que fui a primeira da família, não tenho pais nem nenhum parente médico) e comecei a lutar por ela… No primeiro ano de cursinho eu aprendi muitas coisas básicas e matérias que não vi na escola, estudava em casa, não tinha muita disciplina e um ritmo de estudos, mesmo assim consegui passar para Medicina na UFF do Rio de Janeiro, na Famema (Marília) e pela Segunda Opção da Fuvest, na Santa Casa… Fiquei super feliz pelas aprovações, mas não tinha condições de pagar uma particular ou de ir morar longe de casa…    

O resultado foi que tive que fazer mais um ano de cursinho, dessa vez estava focada em passar num Vestibular em São Paulo (meu sonho sempre foi USP, trabalhar e estudar no HC rsrs). O começo do segundo ano de cursinho foi muito difícil para mim, porque eu ficava pensando que minha escolha tinha sido errada, pensava: "meu Deus, e se agora eu não passar em nenhuma faculdade!!", não sei bem o que foi, mas bateu um desespero… 

 

Mas consegui uma bolsa de estudos no Objetivo, e me animei para estudar, além do mais reencontrei vários colegas do ano anterior… Optei por estudar na sala de estudos do cursinho, para manter o foco 100%… Chegava cedo, ficava lendo livros, tentando resolver os exercícios da aula ou dormia um pouco mesmo rsrs, as aulas eram da 7:30 as 13:00, daí almoçava e voltava aos estudos. Ficava, normalmente, até umas 7 ou 8 da noite … Aos sábados eu ia cedo para o cursinho e ficava até umas 4 horas (em dias normais) ou até 18/19 horas (quando tinha simulado), frequentava o plantão de dúvidas de exatas sempre que podia…

Nesse ano, eu evolui bastante, melhorei minha forma de estudar, de ter concentração, fazia diversos simulados e não faltava nas aulas de redação… Foi nesse ano também que eu consegui ler mais livros (postei vários resumos aqui no blog tanto os do vestibular quanto livros clássicos, de entretenimento, de aventura, de romance (para aliviar a depressão do cursinho), livros sobre sociedade, enfim foi bem produtivo no quesito literatura rsrs.

No final os resultados foram muito bons – realmente valeu a pena toda a dedicação e eu ter tentado mais um ano… Eu passei na UFF (pelo SISU), passei na Usp e na Unicamp!!! A Sensação de alivio e felicidade de ver o seu nome na lista e saber que vencemos essa etapa da vida é incrível!!!

Blog ABC da Medicina

Por fim, eu decidi criar esse Blog, ABC da Medicina, para ele ser um canal de comunicação entre os vestibulandos de Medicina – com dicas de Estudos, Cursinhos, Faculdades e suas dificuldades – assim como entre Estudantes de Medicina – com postagens sobre Matérias do currículo base do curso como Anatomia, Fisiologia, Bioquímica, além de discussões sobre casos clínicos e outros assuntos da Área Médica. 

Pessoas interessadas em aprender mais sobre o funcionamento do Corpo humano, Saúde e doenças – suas Causas, Consequências e Tratamentos – também são bem-vindas a participar do Blog com Comentários, Dúvidas e Sugestões…

Assuntos do Artigo
  • www adcdamedicina com br

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (10 Votos, Média: 4,40 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Sobre!

Sobre o autor | Website

Sou estudante do 4º ano de Medicina na Faculdade de Medicina da USP, blogueira desde 2012 quando fazia Cursinho pré-vestibular. Há poucos meses comecei o Vlog Mediários no You tube.

12 Comentários

  1. Bel disse:

    Bianca, como você avaliaria o ensino dos institutos federais? Estou pensando em cursar o médio lá e fazer um curso isolado de matemática e redação, meu sonho é a FMRP, você acha que seria bom ir para a federal? 

    Outra dúvida: Na USP tem muita xenofobia? 

    Aguardo resposta. Parabéns pela iniciativa!

    • Bianca disse:

      Olá Bel, desculpa a demora em responder.

      Voce diz institutos federais de Ensino médio? Dos que eu conheço e ouvi falar, a maioria é muito bom, com ensino bem mais forte que das escolas da rede publica municipal e estadual. Seria bom estudar lá, sim 😉

      Ah, eu não acho que tenha xenofobia, pode ser que haja casos isolados, ou que eu não tenha vivenciado.. Na minha sala temos alunos de todos os estados brasileiros, e todo mundo se respeita 😉 talvez na residencia médica haja mais preconceito com pessoas de fora que entram nas vagas aqui de São Paulo, mas não posso afirmar porque não vi nada disso…

      Qualquer duvida mande para cá!! bjs

  2. Vanessa disse:

    Olá Bianca, vi alguns videos do seu vlog, e gostaria de saber se eu estudando sozinha em casa com o material do Cursinho Objetivo, vendo video aulas, e fazendo simulados abertos de cursinhos, me dedicando muito bem, eu consigo passar em Medicina USP, ou seja qual for outra Federal do estado de São Paulo? 
    Fiz um semestre de Cursinho, mas não me adaptei com essa rotina, e nesse período eu pude me conhecer melhor. Percebi que eu prefiro estudar por conta própria, pois tenho um melhor aproveitamento! 
    Aguardo sua resposta! Um bom dia.

    • Bianca disse:

      Olá Vanessa, que legal que está acompanhando o Vlog e o Blog, obrigada =)

      Bom, quanto a sua dúvida: eu acho mais dificil de se organizar e ter disciplina para estudar fora do cursinho, mas se você não se adaptou à rotina e já tem um bom material de estudos fica mais facil de apoiar essa decisão. Acho super possível de se estudar por conta, só precisa de muita organização e foco mesmo, tipo delimitanto muito bem os horários de estudos e simulados, buscando mais informações para tirar suas dúvidas (não deixe acumular nada de dúvida não resolvida), se conseguir vá fazendo cronogramas de estudos mês a mês com as disciplinas e temas que for estudar etc, além disso não se esqueça de reservar um tempinho para a redação =)

      O que importa no final das contas é mesmo o jeito que você estuda individualmente, independente de fazer cursinho ou não, então desejo sucesso nesse seu ano de estudos, precisando de mais dicas pode me escrever, viu? =)

      Beijos

  3. Felipe disse:

    Estou quase desistindo… Sexto ano de cursinho e não sei mais o que fazer! Como você superada o desânimo?

    • Bianca disse:

      Olá, Felipe! 

      Entendo sua situação, é natural e compreensível ficar desanimado! O que eu fazia nas horas de desanimo era refletir sobre meu preparo e minha caminhada até o momento, pensava em tudo o que já tinha aprendido e como estava evoluindo, pensava que estava dificil para mim e para a maioria das pessoas que estavam prestando vestibular comigo, sabe?

      Esse é um bom momento para você analisar sua trajetória e métodos de estudo até aqui, tente identificar onde está falhando – se é na qualidade/concentração do estudo ou se é no emocional! Porque o estresse e a ansiedade prejudicam demais nosso desempenho em provas, então tente buscar meios de controlar esses sentimentos em você!!

      Eu controlava o emocional primeiro pela minha fé, tinha esperanças de conseguir e acreditava que poderia conseguir meu sonho, que bastava eu me dedicar mais; também sentia necessidade de bons momentos de relaxamento, meditação e prática de atividade física, pois eu sempre fico bem melhor e mais animada após isso!! POutra coisa que gostava de fazer era procurar exemplos, de médicos famosos ou de relatos em blog mesmo, sobre histórias de superação e isso me motivava – foi um dos motivos para eu começar a escrever no ABC da Medicina quando passei no vestibular =)

      Espero ter dado uma ajuda, mas qualquer coisa estou a disposição para conversar! Pode procurar pelo face do ABC da Medicina ou do VLOG Mediários para uma conversa =)

      Beijos

  4. Gabriel disse:

    Oi, Bianca! 

    Tudo bem?

    Vou começar o curso de medicina na USP agora em 2016 e assistindo o vídeo do Mediários, fiquei um pouco curioso a respeito do novo currículo. Gostaria de saber sua opinião, de quem vive o currículo antigo e já sabe o suficiente do currículo novo, para comentar sobre essa nova metodologia. Você acha que é melhor? Não conheço muito a respeito de métodos de ensino, mas tenho um pouco de receio com o PBL e esse novo esquema parece ser bem semelhante. A faculdade ainda dá aulas de anatonomia, fisiologia, etc.. como no currículo antigo?

    Qualquer informação que tiver ou opinião que puder emitir já ajudaria.

    Sucesso no canal (ajudou bastante, conheço nada nem de São Paulo, nem da USP)…

    Obrigado,

    Gabriel.

    • Bianca disse:

      Oi Gabriel, tudo ótimo e com você? 

      Primeiramente, meus parabéns pela sua aprovação na Medicina USP!! Seja muito bem-vindo a faculdade, você vai amar tudo por aqui com certeza!! 😀 Sobre sua dúvida: eu acho que o novo currículo está bem mais modernizado e os conteúdos estão sendo dados de maneira mais dinâmica, mais integrados do que no currículo antigo (que eu estou). Pode ficar tranquilo que a USP não mudou para o PBL, só incorporou alguns conceitos desse metodo de ensino nas matérias, mas as aulas de anatomia/fisiologia etc continuam. Elas estão um pouco mais curtas e há mais tarefas e períodos de estudo para o aluno ter tempo de estudar sozinho, procurar mais informações etc. 

      Do que eu ouço dos colegas da turma 103, a primeira do novo currículo, acho que o curso está muito bom e tem matérias novas bem empolgantes ao aluno – o exemplo mais é a DIC (Discussão integrada de Casos) do 1o ano que é dada pela Dra Lúcia (que entrevistamos no Vlog), nessa matéria o raciocinio clinico está sendo estimulado desde o começo do curso, você vai gostar muito! Eu entrevistei um calouro de 2015 que contou um pouco de como foi o primeiro ano, se você não viu o post aqui no Blog eu recomendo muito, vai te deixar mais tranquilo!

      Muito obrigada por comentar aqui e pelo apoio ao Vlog, fico feliz em saber que estamos ajudando!! Se precisar de alguma coisa agora nesse começo de curso, pode me procurar que tento ajudar, viu?

      Grande ABraço e Parabéns novamente!

  5. fernanda Sà disse:

    Ola Bianca, desde ja quero lhe dizer que fiquei muito feliz em ler o relato do Jonathan.

    Quero compartilhar um poco da minha historia, meu nome è Fernanda sou de Sao Paulo sou tècnica de enfermagem e trabalho em hospital. Desde muito nova sempre quis fazer medicina, porem pra mim era um sonho que jamais conseguiria realiza-lo pois venho de escola publica e com ensino defasado, infelizmente meus pais nao tiveram a oportunidade e nem recurso pra pagar um cursinho pre vestibular e muito menos uma faculdade. Esse sonho ficou adormecido por muito tempo, hoje sou casada, trabalho tenho cursos e estabilidade no meu emprego, porem descobri que me falta algo, senti que nao estou completa entende….? Conversei muito com meu esposo, meus pais, e eles me incentivam, porem eu sinto que eles imaginam que seja um sonho muito distante da nossa realidade, ou que ira demorar pra de fato acontecer. Todos me dizem: " pra que medicina? Se voce ja trabalha em hospital, ja tem seu emprego, ja è casada? Isso è pra quem jà vem de boa escola, e è muito novo ainda". Mas eu nao vejo dessa forma, sei do que sou capaz e este ano vou fazer cursinho. Eu assisto os videos do medarios e vejo o quanto posso ser feliz estudando medicina. Amo o meu trabalho minha familia meu esposo, mas amo mais ainda o meu sonho, ele esta dentro de mim, e se eu nao tentar sei que vou me arrepender pro resto da minha vida. Obrigada pela oportunidade de compartilhar minha vida. Em breve eu volto pra contar sobre o cursinho. Um bjo.

    • Bianca disse:

      Olá, Fernanda!!

      Fico muito feliz que tenha gostado de ler o relato do Jonathan e em ler o seu relato também! Sei que foi uma decisão difícil voltar a estudar, mas como você disse é um sonho, e quando falamos dos nossos sonhos temos que correr atrás sem dúvidas! Com toda sua experiência como enfermeira a faculdade de Medicina será ainda melhor, vai poder aprender mais e aprofundar os seus conhecimentos prévios, tenho certeza que será uma médica incrível!

      Desejo um ótimo período de estudos, foco e força nessa fase de cursinho! Vou ficar na torcida aqui, pode voltar para me contar como anda seus estudos, sim!! Vai ser um prazer conversar com você! E muito obrigada por nos acompanhar lá no Youtube ^^

      Grande abraço,

      Bianca!

  6. Camila disse:

    Olá, Bianca, espero que leia meu comentário!

    Gostaria de pedir sua opinião com relação as pessoas que trabalham e ainda assim querem cursar medicina, você acha possível conciliar o trabalho com os estudos? Vejo muitos relatos de pessoas que passaram nesse curso concorrido e no geral essas pessoas não trabalhavam, somente estudavam!

    Meu sonho é cursar medicina, mas trabalho, e infelizmente não posso abandonar o emprego para somente estudar, pois eu que banco meus estudos, e quando vejo histórias de pessoas que passaram em medicina, percebo que não trabalhavam, e até hoje, não vi nenhum relato de uma pessoa que trabalhava e estudava, conseguindo assim sua aprovação. Se puder me dar sua opinião sobre isso, ou publicar uma história de pessoas que trabalhavam e passaram em medicina, agradeceria, pois parece ser impossível, e se tiver alguma dica para me dar, será muito bem vinda.

    Obrigada.

    • Bianca disse:

      Olá Camila, tudo bem?

      Realmente trabalhar e estudar para o vestibular concorrido de Medicina é uma tarefa mais difícil do que somente se dedicar para o vestibular, mas não é impossível! 

      Você precisa analisar sua rotina e ver o melhor jeito de encontrar tempo para estudar… Se trabalhar meio período, pode fazer cursinho em outro e sobra um tempo para estudar todos os dias; já se trabalhar o dia todo, pode tentar fazer cursinho a noite e deixar os estudos para os horários livres como o almoço e finais de semana. Uma coisa que pode ajudar é acordar meia hora a uma hora mais cedo e usar esse período para estudar, organizar bem uma rotina de estudos aos sábados e domingos, infelizmente vai ser bem corrido, mas se você se dedicar bastante poderá colher bons frutos desse esforço!!

      Tem um grupo no Facebook, chamado Medicina depois dos 30 e que tem muitas pessoas na mesma situação que você, que já trabalha ou já fez outra faculdade, mas quer medicina etc… Se tiver interesse peça para entrar no grupo, acho que vai ser uma boa e sempre que alguém passa avisa lá e dá dicas de como passar etc =) 

      Espero ter ajudado, qualquer coisa pode me escrever!! Bjs

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: