Scroll Top

Estudante de Medicina

Anemia – Principais Tipos, Características, Sinais e Sintomas

Hoje vou falar um pouco sobre as Anemias, esse é um resumo do tema que é muito relevante na prática médica. Veja os principais tipos, como caracterizar o quadro pela História clínica, queixas frequentes e mais.

anemia

O oxigênio necessário para o metabolismo de todos os tecidos do organismo é transportado pelas hemácias ou eritrócitos – células sanguíneas que contem Hemoglobina, proteína formada por grupos heme que contem Fe. O hormônio estimulante da produção de eritrócitos é a eritropoetina liberada no rim na detecção de hipóxia (baixas concentrações de 02 no sangue) a qual age no tecido hematopoiético. Uma redução nos níveis de Hemoglobinas no sangue caracteriza a Anemia.

A Hematopoiese é o processo envolvido na produção de todas as células do sangue através de uma célula hemopoetica precursora. Essa produção de elementos sanguineos é diária, são diversas células altamente diferenciadas e incapazes de se dividir.

Tal processo, inicia-se na vida uterina no saco uterino, depois passa a acontecer em Figado e baço. A partir do 4 mês fetal, a hematopoeiese ocorre na medula óssea, sendo que ao nascer toda a produção se dá na medula. Durante toda a vida, o processo ocorre nos ossos chatos, a producao continua durante a vida toda. Porém, com o envelhecimento, o tecido hematopoietico é substituído por tecido adiposo.

anemia-hematopoiese

O tempo total da eritropoiese (fabricação dos eritrócitos), do momento que a celula tronco pluripotencial é estimulada a se dividir até a formação do eritrócito é de aproximadamente 8 dias. O eritrócito finalizado e funcional dura aproximadamente de 100 a 120 dias, quando envelhecem são fagocitados por macrofagos do sistema reticular (no Baço, principalmente).

Organização da Medula óssea: Trabeculas ósseas, ilhotas hematopoeticas e estroma medular (microambiente = células estromais e matriz extra celular = sustentação e nutrição das ilhotas). A Microcirculacao é feita por sinusóides.

Anemias

Anemia é um Sinal clinico de doença, representa a redução dos níveis de Hemoglobina (Hb) no sangue. Essa redução do nivel de hemoglobina do sangue pode ser causada por defeitos na produção dos eritrócitos, que é dependente de Eritropoetina, Vitamina B12, Ácido fólico e Ferro, além de aspectos genéticos, ou por excesso de destruição dos eritrócitos, perdas volemicas e outras causas que serão abordadas mais adiante. Os Níveis normais de Hb variam por idade e sexo, sendo:

  • 6 meses a 5 anos <11g/dl 
  • 6 a 15 anos <12 g/dl
  • Homens adultos <13g/dl
  • Mulher adulta <12g/dl
  • Mulher gravida <11g/dl

De acordo com as causas e sintomas, podemos dividir as Anemias em Agudas e Cronicas. Na Aguda, há dispneia; palpitação; tontura; fadiga (extrema) como sintomas mais evidentes, pois há pouco tempo de instalação da condição e menor adaptação do organismo. Já nas Anemias Crônicas, há poucos sintomas, estão presentes mais frequentemente dispneia moderada; cansaço fácil; angina, ICC, pois há maior adaptação.

Propedêutica – Roteiro Diagnóstico

Na hora de tirar a história do paciente e buscar identificar a causa da Anemia é importante questionar:

  • Identificação, fatores ocupacionais, etnia (alguns deficts metabolicos celulares são especificos de determinados grupos)
  • Quando se instalaram os sintomas, Foi progressivo ou subito, diferenciando aguda e crônica;
  • Houve hemorragiaç Ciclo menstrual; traumas/queimaduras, cirurgias ou transfusões saguineas recentemente;
  • Há casos de anemia na familia; local em que mora e últimas viagens (procurando fatores infecciosos);
  • Como é a alimentação/avaliar a ingesta de Fe; habito intestinal;urinarioç abuso de alcool e drogas (efeito tóxico a eritropoiese); 
  • Procurar no exame físico: palidez, icterícia, hepatoesplenomegalia, cianose, taquicardia, sopro, observar aspectos da pele/unhas (se estiver seco/quebradiço), verificar se há hematomas/equimoses/petequias

Sinais e Sintomas das Anemias

Sinais e Sintomas das Anemias

Para a completa avaliação do quadro, alguns exames complementares são básicos: pesquisa dos Niveis de Hb, % e número de reticulocitos; e Hemograma (com Hematocrito), Índices hematimetricos e observar morfologia das hemacias –  análise citologica feita em microscópio. 

Há ainda exames específicos para pesquisar determinadas causas de anemia, mas devem ser pedido após feita a hipótese diagnóstica por achados clinicos e de anamnese (perfil de ferro, dosagem de Vit B e folato; eletroforese de hemoglobina, mielograma)

Classificação Fisiopatologica das Anemias

  • Falta de produção –> reticulocitos baixos. Causas: Carência de Fe, vitamina B12 e folato (influencia na divisão celular); invasão da MO (Linfomas, leucemias, fibrose); Anemia de doencas crônicas (D. Inflamatórias; D, d infecciosa, Neoplasias)
  •  Excesso de destruição –> reticulócitos altos no sangue, causada por Defeitos do eritrocito (hemoglobinopatias, Talassemias, Eritroenzimopatias, doencas da membrana); Agressão ao eritrocito (parasitas como malária, toxinas, imunes). Nesta situação, a eritropoese está estimulada com maior produção de reticulócitos e presença de células imaturas no sangue periférico (eritoblastos)
  • Perdas Agudas –> reticulocitos aumetados; perdas de grandes volumes de sangue por sangramento do trato gastrointestinal, acidentes, sangramento genital, cirurgias etc. É necessária uma intervenção imediata com reposição volêmica e da massa eritrocitária para evitar complicações como as do choque hemorrágico ou hipovolêmico.
  • Cronica –> se manifesta pela espoliação de ferro que leva a uma falta de produção. Os reticulocitos estão baixos

anemia-quadro-fisiologico

Classificação Morfológica das Anemias

Feita com base na observação dos Índices Hematimetricos, são eles:

  • VCM (Volume corpuscular médio = que indica o tamanho das hemácias em Normociticas, Macrociticas ou Microciticas);
  • HCM (hemoglonia corpuscular media/ quanto de Hb tem em cada hemacia);
  • CHCM (Concentração de Hb Corpuscular média = pode vir como Hipocromica, pouca Hb na Hemáciaç ou Hipercromica,elevada concentração de Hb) ;
  • RDW (grau de anisocitose/diferença entre as hemacias => hemacias pequenas e grandes/se houver dupla população o valor será alto).

 

Anemia Normocitica e Normocromica

  • Situações desencadeantes mais comuns: Cancer, doença renal, invasão tumoral da medula óssea, hemorragia aguda, inflamação, Anemia hemolítica adquirida (Malária, transfusão ABO incompativel), anemia falciforme, e fase inicial da deficiencia de ferro.
  • VCM e CHCM normais

Microciticas e Hipocromicas 

  • Causas mais comuns: deficiência de Ferro (Ferropriva), Por Doença crônica (baixa capacidade de ligação do Ferro e Ferritina sérica normal ou aumentada); Hemorragia crônica, Talassemias (Redução da produção das cadeias de Hemoglobina devido a deleção ou mutação dos Genes. Perfil de Fe normal, VCM baixo, contagem de eritrócitos normal), Anemia Sideroblástica.
  • Caracterizada por VCM e HCM baixos

Macrociticas

  • Situações mais comuns: Deficiência de vitamina B12 e folatos, mielofibrose, doenças hepáticas, Anemia Megaloblástica, Anemia Hemolítica com reticulose
  • VCM elevado, esfregaço sanguineo alterado com anisocitose e macrovalócitos

Nesse resumo foram apresentados alguns aspectos básicos para a classificação das Anemias e condução da história clínica (Anamnese) para identifica-las. Deixem comentários e dúvidas aqui no Blog!

Assuntos do Artigo
  • anemia características
  • anemia sintomas
  • caracteristica de anemia
  • caracteristicas celulares da anemia
  • caracteristicas de anemia
  • classificação fisiopatologica das anemias
  • images for anemia

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (1 Votos, Média: 5,00 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Anemia – Principais Tipos, Características, Sinais e Sintomas!

Sobre o autor | Website

Sou estudante do 4º ano de Medicina na Faculdade de Medicina da USP, blogueira desde 2012 quando fazia Cursinho pré-vestibular. Há poucos meses comecei o Vlog Mediários no You tube.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: