Scroll Top

Vestibular

Como se Organizar e Estudar sem Cursinho: Relato de Vestibulando

Olá, pessoal! O post de hoje é meio diferente, vou compartilhar com vocês a história de um seguidor do Vlog Mediários (projeto no qual participo com o Fabio no Youtube), o Jonathan Henrique. Ele escreveu para nós contando como escolheu prestar Medicina e como está estudando para as provas, pois ele traballha e não consegue fazer cursinho no período noturno, a experiência dele é um exemplo de superação e forças para correr atrás de um sonho! Espero que gostem das dicas e conselhos do Jonathan, fiquem a vontade para mandar dúvidas e comentar sobre essa fase de preparo para o Vestibular aqui no Blog ABC da Medicina.

estudando

Relato de Preparação para o Vestibular de Medicina 

"Eu moro em Arapongas. Pros chegados, região norte do Paraná. Concluí meu ensino médio em 2012. Sempre fui bom aluno e sempre tentei me dedicar ao máximo. Porém, eu era aquele tipo de aluno que estudava somente para a prova, porque eu achava (pobre de mim) que fazer faculdade era um mundo completamente diferente do meu. Resultado: só fui me dar conta ano passado, quando decidi abandonar o curso de Biomedicina. Pois bem, vou avisando que não foi muito aceitável por parte da família. Decidi cursar Medicina. Muitos me diziam que eu não conseguiria; seria mais sábio eu tentar outro curso. Sem chance. Não conseguia imaginar outro curso além deste, pois foi algo natural a forma como me cativou o curso. Tentei fazer cursinho durante a noite, mas nada era absorvido por conta do cansaço. Faltei inúmeras vezes, pois sempre acabava dormindo na sala. Mas fazer o quê, né? Tinha que terminar.

Fiz uma análise a respeito do meu futuro e das pouquíssimas alternativas que eu tinha em minhas mãos. Eu não podia deixar de trabalhar e também não poderia desistir de cursar Medicina. Ano passado resolvi estudar em casa, procurar apostilas, cronogramas, métodos de estudos e não tive resultado, já que não havia ninguém que pudesse me oferecer suporte. Parei na metade do ano. Passava o tempo todo me culpando por ser fraco. Voltava e largava em ciclo. Esse ano, porém, decidi rever meus conceitos hehe. Com um pouquinho de força de vontade, busquei relatos de aprovações, dicas de bons materiais. Consegui adquirir livros didáticos. Percebi que esse era o momento. Livros didáticos pra mim são a melhor forma de se estudar, pois consigo absorver o conteúdo de forma calma e completa. Isso eu descobri com uma espécie de test drive. "

** Estudo e Trabalho

"Eu (Jonathan) trabalho das oito às 18 e com duas horas de almoço. Todos os dias eu percorro 12 km de casa até o meu trabalho. Uma caminhada intensa. Consegui baixar audiolivros e vou ouvindo pra exercitar minha memória e interpretação. Durante o almoço, eu intercalo o momento da refeição, estudo a matéria e guardo alguns minutos para ler algum livro e descansar. Quando chego em casa, procuro não forçar muito,, mas também não deixar de repetir o ciclo, porque o nosso cérebro quer mais é que fiquemos no netflix e redes sociais.

Não sou adepto a cronogramas, porque eu não consigo ser rigoroso com os horários. Então aqui vão mais algumas Dicas:

  • Geralmente eu vejo muitas pessoas procurando por uma fórmula mágica em como conseguir absorver a matéria. A resposta é simples: cada um precisa ter disciplina e auto conhecimento, ou seja, conhecer o material que vai usar é de suma importância. Auto conhecimento é quando você é capaz de ir até o seu limite, rever os assuntos que tem dificuldade, reservar mais tempo naquela matéria.
  • Exercícios e revisões. Isso ajuda imensamente na hora do vestibular…como as horas são curtas, não é possível ver 3, 4, 5 matérias por dia. Eu costumo então programar um dia antes o que eu vou levar na mochila e o que eu vou estudar à noite. Tento terminar um capítulo quando aquele tópico ja é um assunto conhecido. Caso contrário, eu vou lendo e anotando lentamente e bem atento às informações.
  • Cada assunto é um exercício resolvido. Quando percebo que eu acertei todas as questões, que não há dúvidas não esclarecidas, eu volto ao assunto. Lendo e revendo minhas anotações que normalmente eu faço em folhas A4 e deixo nos livros correspondentes por ser prático e não pesar na mochila.
  • Percebi que meu método de estudo é ler brevemente e anotar tudo. Depois, se eu vejo que é necessário, eu contruo um mapa mental. Anoto tudo à lápis e depois destaco com caneta seguindo a ordem de cada setinha. Isso funciona como uma revisão do mapa mental.
  • Dificilmente eu estudo mais de uma matéria, porque pode ficar deficiente o estudo… Não me importo com a carga de horas e sim com a qualidade. Pode ser que eu tenha estudado uma hora apenas, mas se eu consegui tocar uma pequena nota, já me sinto feliz. Sei que estudar nessa quantidade requer mais tempo. Por isso, eu comecei a estudar em dezembro, para não correr com a matéria e ficar algo feio.
  • Faço revisões em um cursinho online… Algumas vezes procuro dissecar uma matéria numa semana. Por exemplo, em janeiro eu consegui finalizar a parte de citologia, indo agora para histologia. Nisso eu consigo ir para as matérias que eu tenho mais dificuldade e ficar por lá. Mas não prolongar muito, pois se fico preso em uma matéria apenas, as demais ficam quase esquecidas."

estudando2

** Mensagem para os Vestibulandos

"Levar nas mãos e no coração a força de vontade, a persistência e aquelas cenas em que cada um se imagina: aferindo uma criança, lidando com um bisturi… é tudo o que a gente precisa pôr na mala. No mais, o que eu desejei mesmo era dizer que existe alguém ainda lutando, mesmo que nas madrugadas como eu algumas vezes faço, nas horas de almoço e em qualquer hora que conseguir estudar."

Agradeço aqui ao Jonathan por ter cedido gentilmente seu relato e dicas de como ele estuda sem cursinho e trabalhando durante o dia, espero que todos tenham gostado! Grande abraço, até a próxima postagem!

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (4 Votos, Média: 5,00 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Como se Organizar e Estudar sem Cursinho: Relato de Vestibulando!

Sobre o autor | Website

Sou estudante do 4º ano de Medicina na Faculdade de Medicina da USP, blogueira desde 2012 quando fazia Cursinho pré-vestibular. Há poucos meses comecei o Vlog Mediários no You tube.

2 Comentários

  1. Michelle disse:

    Eu faço algo parecido, só consigo focar em uma matéria por dia, anoto tudo, depois faço exercícios dos vestibulares que eu vou prestar e de outros com o mesmo grau de cobrança. Às vezes o livro tem 200 exercícios daquela matéria mas o vestibular que você vai prestar não cobra profundidade naquele conteúdo, por isso faço essa seleção criteriosa dos exercícios. Em relação ao tempo, como sei que tenho muitas matérias para aprender (terminei o Ensino Médio em 2002 em escola pública), pra depois revisar e aí sim ficar rápida nas respostas, já me resignei na condição de passar daqui 3, 4 anos. Enquanto isso vou guardando e investindo dinheiro pra aguentar os 6 anos sem trabalhar em que meu marido terá que nos sustentar sozinhos. A intenção é ter esse dinheiro rendendo inclusive para um possível intercâmbio no meio da faculdade e também para ter algo guardado para o caso de meu marido ficar desempregado. Então esse "passar em 3, 4 anos" é ruim pela demora, mas é bom porque quanto mais tempo empregada, mais dinheiro poderei juntar.

    • Bianca disse:

      Olá Michelle,

      muito obrigada por compartilhar conosco sua rotina de estudos e sua história, parabéns por toda a dedicação e preparo para o vestibular e para o periodo em que não puder trabalhar!! Desejo tudo de bom e sucesso nessa sua jornada!! 

      Nos mande notícias, viu? Se precisar de algo, pode escrever para mim, 

      Grande abraço!! 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: